Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Rap Nacional: Thiagão explique para o público como está essa nova fase da sua carreira, agora cantando rap gospel ?

Thiagão: Na verdade eu tinha uma carreira, hoje eu tenho uma missão, que é diferente de uma carreira. Antes eu era cantor quando eu descia do palco os moleques viam e diziam “Thiagão dá hora o seu som”, hoje eu quero que as pessoas sintam alguma coisa, porque a música é sempre para atrair os jovens. Tanto que por enquanto eu não penso em fazer um CD, eu quero é fazer música, uma ou três, para atrair esses jovens e forte mesmo será a palavra.

Por que esse Deus que eu acredito que muda, porque ele mudou a minha vida. Eu acredito que ele pode também mudar a vida de uma pessoa, quando eu digo uma pessoa, vamos citar, por exemplo, a vida de uma pessoa drogada , eu ajudando ele automaticamente eu ajudo a mãe dele, o irmão dele, o filho dele, ou seja, as pessoas ao redor dele. Uma pessoa vale muito, uma pessoa  no meio de uma família é muito importante, pra gente está plantando, regando, como diz o apóstolo Paulo “Deus faz o crescimento”, eu acredito muito nisso. E no que eu puder ajudar nessa corrente do bem eu estarei firme.

Quando você anunciou sua conversão muitos dos seus fãs de assustaram, o que você tem a dizer para o público que te conheceu cantando rap gangsta e sempre te admirou dentro desse estilo ?

O rap é verdade, se minha verdade era o gangsta eu tinha que canta o gangsta. Hoje a minha verdade é outra, eu mudei, o mundo não mudou claro que tem violência, mas a minha realidade particular mudou. A partir do momento em que eu estou vivendo uma outra realidade eu já não posso mais cantar o gangsta, se não eu estaria mentindo para o público, para mim mesmo e para Deus.

Então agora minha realidade é essa de um cristão e também como um cidadão, eu tenho que procurar ajudar ao próximo, por isso eu resolvi fazer algumas músicas. Eu não digo que eu parei eu apenas me afastei do grupo e agora eu estou nessa nova empreitada, porque agora é uma missão.

Rap Nacional: Você se afastou do grupo, mas a amizade com o Adriano, com o Facínora continua, nós estamos aqui todos juntos conversando. Fale um pouco dessa relação.

A amizade continua principalmente com o Adriano, meu ex-parceiro no grupo. A partir do momento em que estávamos fazendo shows, viajando, ganhando dinheiro eu tinha um amigo, agora que eu sai do grupo eu ganhei um irmão chamado Adriano.  O Adriano compreendeu minha decisão, só tenho que a gradecer a ele, e o Facínora, os meninos do Paraná a amizade, o respeito prevalece sempre.

Entrevista : Paula Farias

Agora curioso para ouvir o som do Thiagão?

Então baixe, comente e compartilhe

“O mesmo Deus”

Gravação:  KG Studio por Adriano.
Mixada e Masterizada: na Crazzy Records por Dj papaleguas,
Participação especial:  Wesley no Back Vocal.
Contato: Thiagão